Cartório Eleitoral de Maricá não está fazendo o recadastramento biométrico

Devido à divulgação na imprensa, maricaenses têm procurado o Cartório Eleitoral para se recadastrarem, mas a coordenação do cartório ressalta que no município não há previsão para o início do recadastramento biométrico.

O recadastramento de títulos de eleitores pela biometria, identificação das pessoas pelas impressões digitais que está sendo realizado em diversos municípios do Brasil ainda não estão sendo realizado em Maricá. A informação foi divulgada pela chefe do Cartório Eleitoral de Maricá, zona 55, Monique Lavra.

A chefe de cartório, em entrevista ao LSM, disse que várias pessoas estão procurando o cartório para realizar o recadastramento, porém, Maricá ainda não conta com o recadastramento biométrico. “Muitas pessoas estão vindo até o cartório para fazer, mas não é necessário. Ainda não há data para implantar o sistema biométrico em Maricá”. Contou.

Os dados captados pela biometria ficam guardados num programa de computador, junto com a foto do eleitor. A biometria serve para dar mais segurança à votação. Regulamentado pela Resolução-TSE nº 23.335/2011, o recadastramento biométrico está sendo realizado gradativamente pela Justiça Eleitoral em todo o país.

Niterói- No momento, somente o município de Niterói está realizando o recadastramento biométrico. O eleitor de Niterói que não realizar o recadastramento biométrico até 31 de outubro terá o título cancelado. Com isso, além de ficar impedido de votar nas próximas eleições, não poderá tirar passaporte e CPF, prestar concurso público, obter empréstimos em bancos oficiais, receber remuneração, se for funcionário público, e renovar matrícula em universidades.

Posts Relacionados

Editoriais: